Apresentação da disciplina

Toda apresentação carrega em si um pouco de tensão, absolutamente natural e fruto de uma dupla expectativa: a que parte da pessoa que se apresenta e a de quem ouve (ou, neste caso, lê) a apresentação. A parte que me cabe está aqui: direi, em poucas linhas, um pouco de minhas expectativas ao iniciar meu trabalho como professor de Literatura no Ensino Médio. Primeiro, é importante dizer o quanto me alegra saber que boa parte das escolas dedica um espaço privilegiado para a Literatura, o que fica evidente pelo fato de que há horários específicos e mesmo professores específicos para essa disciplina, que ganha estatuto de disciplina à parte da de Língua Portuguesa. Segundo, preciso fazer perguntas que considero muito importantes, sobre as quais uma professora minha da graduação e pós-graduação me ajudou muito a pensar: é possível ensinar Literatura? É possível aprender Literatura? Num mundo cada vez mais técnico, informatizado, automatizado e objetivo, para que se ensina uma disciplina que não pretende construir casas, robôs e aviões ou curar doenças? Senhores pais e responsáveis, colegas professores: as respostas, em toda a sua complexidade e com toda a discussão que acarretam, só serão vistas com detalhes na sala de aula. Sendo assim, é aos alunos e alunas que se destinam, principalmente, os questionamentos. Entretanto, posso tentar dar uma resposta mais objetiva desde já: não construímos casas, robôs e aviões, exceto os de mentirinha. Não curamos gripes, nem fraturas, nem carências nutricionais. Por outro lado, com a Literatura podemos sim construir caráter, conhecimento e cultura, e isso não há ferrugem que corroa, nem enxurrada que leve, nem vento que derrube. Podemos também amenizar a carência de algo que cada vez mais se torna raro num mundo tão conturbado: nossa própria humanidade. A Literatura é, portanto, capaz de nos mudar. E que melhor forma de mudar o mundo que começando aqui dentro da gente?
Espero que esta disciplina deixe nas vidas dos(as) alunos(as) bem mais que uma nota no boletim: desejo que ela deixe nota máxima em sua formação como seres humanos.

Grande abraço e bom ano letivo a todos.

Sandro Brincher.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s